Saiba mais

Adenóides

As Adenóides, também conhecidas por "carne esponjosa", são uma massa de tecido linfóide que ocupa o teto da nasofaringe. Juntamente com as amígdalas palatinas e as linguais, as adenóides compõem o Anel Linfático de Waldeyer. Sua função primordial é estimular a resposta imune - anticorpos - a vários antígenos ingeridos.

O tecido linfóide do Anel Linfático de Waldeyer pode se encontrar aumentado principalmente por volta dos 05 a 07 anos de idade, sendo que normalmente regridem durante a infância, tornando rara a sua observação em adultos.

O aumento da adenóide é uma causa freqüente de obstrução nasal e respiração bucal crônica, podendo ainda contribuir na piora dos roncos noturnos. Pode ocorrer, ainda, episódio de otite média por obstrução da tuba auditiva, localizada ao lado da adenóide. As indicações para adenoidectomia (cirurgia para retirada das adenóides) são: obstrução nasal causada por aumento da adenóide, respiração bucal crônica, roncos noturnos, dificuldade de deglutição e alterações no desenvolvimento da fala sem outras causas atribuíveis. Há, também, indicações cirúrgicas por motivo de infecção recorrente da adenóide (adenoidite) ou otites médias recorrentes.

A remoção cirúrgica é curativa para a hipertrofia da adenóide, porém é importante ressaltar que não evita todos os episódios futuros de infecções virais (resfriados e gripes).

Adaptações de textos da Fundação de Otorrinolaringologia