Saiba mais

Receitas Caseiras Funcionam?

Quem nunca recebeu uma solução caseira da avó ou da vizinha para melhorar a voz rouca ou a dor de garganta? Gengibre, pastilhas, chá de alho, balas de mel e de própolis, soluções com limão e vinagre, conhaque e outras bebidas destiladas. Com certeza você conhece outras ainda, algumas absurdas outras nem tanto.

Ao ingerirmos líquidos e alimentos sólidos estes não entram em contato com a laringe e as pregas vocais (cordas vocais). O sistema respiratório, onde estão as pregas vocais, não comunica-se com a faringe e o esôfago, que levam o alimento da boca ao estômago. O ar ao passar pelo nariz, transita pelo fundo da boca (faringe), entra na laringe dirigindo-se à traquéia e chega aos pulmões. Ao fazermos "gargarejo" com limão e vinagre, por exemplo, esta solução não entra em contato com as pregas vocais para diminuir o inchaço e a dor. O líquido entra em contato apenas com a porção da faringe que comunica-se com a boca, não chegando a alcançar o local de origem dos problemas de voz.

As soluções caseiras podem falsamente ocasionar algum alívio dos sintomas por analgesia, como ocorre com algumas pastilhas mentoladas e com o gengibre, porém abusamos ainda mais da musculatura já que não sentimos, por algum período, a dor e a irritação laríngea que servem de alerta.

Saiba que não há registro de nenhum estudo seriamente controlado que comprove algum real benefício destas substâncias. Diríamos que a melhor solução natural que você pode utilizar é a ingestão de água, em temperatura ambiente, na eminência de um desconforto vocal ou de um resfriado. Porém se o problema persistir por uma semana ou 10 procure um especialista para avaliar. Não tenha receios em procurar o médico, grande parte dos problemas vocais não põem em risco a vida e são de fácil tratamento!

Texto: Ivon Gretel Winkler Maisonnave - Fonoaudióloga